New Project (5)

5 mulheres que mudaram a história

Hoje (08/03), é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Não importa o dia ou o ano, as mulheres sempre foram e sempre serão sinônimo de força, luta e determinação, seja pela sua dupla jornada exercida na maioria dos lares ou pelo simples fato de existir e resistir. Pensando na data e nas mulheres incríveis que fizeram parte da nossa escola, separamos 5 mulheres de origem francesa (e uma penetra canadense) que foram importantíssimas para a história.

Celine Dion

Abrindo a lista com um dos nomes mais famosos da música, a intérprete de “My Heart Will Go On”, a personalidade é uma das maiores embaixadoras do Canadá, promovendo uma mensagem de positividade, esperança e paz. Vendeu mais de 120 milhões de álbuns em sua carreira, sendo que “”D’eux” é o álbum francês mais vendido da história. De quebra, Celine também ocupa a terceira posição no ranking de 2017 da revista Forbes de mulheres empreendedoras.

Joana d’Arc

Foi uma heroína francesa, que viveu durante o período medieval. Aos 13 anos começou a ter visões onde ela orientada por santos a entrar para o exército francês, e ajudar seu reino na Guerra dos Cem Anos, contra a Inglaterra.

Motivada pelas mensagens que recebia em suas visões, cortou o cabelo curto, se vestiu de homem e passou a integrar o exército francês e até liderar tropas. Em 1430, foi capturada e vendida para os ingleses, durante a batalha de Paris, e em 1431 foi queimada viva acusada de bruxaria. Apenas em 1920, o Papa Bento XV a canonizou. E até hoje, Joana D’arc é considerada Santa e uma heroína.

Marie Curie

Foi uma cientista que conduziu experimentos junto com seu marido, sobre radioatividade, Marie foi responsável por descobrir elementos químicos como: Polônio e Rádio. Foi a primeira mulher a receber o prêmio Nobel e a única a receber dois prêmios Nobel.

Mata Hari

Foi a espiã mais famosa do mundo, nasceu nos países baixos, mas se mudou para Paris para tentar a vida como dançarina erótica, durante a primeira guerra mundial começou a levantar suspeitas de ser uma espiã, pois fazia viagens diretas entre França- Inglaterra- Holanda- Alemanha.

Ninguém sabe até hoje para quem exatamente ela trabalhava, mas seu fim chegou, quando os franceses interceptaram uma mensagem de um soldado alemão que se refere às atividades de um espião denominado de H-21, que foi atribuída a Mata Hari. Com isso consideraram traição, foi levada à julgamento sendo acusada de revelar detalhes da mais nova arma dos aliados – o tanque de guerra – aos alemães, acabou sendo considerada culpada de todas as acusações e  em em outubro de 1917 foi fuzilada.

Coco Chanel

Uma das mulheres francesas mais conhecidas no mundo, Gabrielle Chanel, recebeu o apelido de Coco, quando se mudou para Paris e trabalhou como cantora em um bar, Chanel foi considerada como a libertadora dos constrangimentos da “silhueta corset” e popularizou a aceitação de um estilo esportivo e casual como padrão feminino no pós-Primeira Guerra Mundial. Uma estilista ousada e visão além do seu tempo, seu legado é lembrado até hoje.

Independente de qualquer coisa, todas as mulheres devem ser respeitadas e ter seus direitos assegurados. A ICE gostaria de parabenizar todas as mulheres, e agradecer a todas que fazem ou fizeram parte da nossa história. E convidamos você para vir aprender com essas mulheres incríveis que trabalham na ICE e deixe-as também mudarem a sua vida!

 

Posted in Curiosidades Canadá and tagged , , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *